Seguir em frente parece ser fácil, e por enquanto vou fingindo que consigo

26/05/2011

Amigos

Tenho amigos bons, amigos de verdade, daqueles que são amigos até debaixo d'água. Tenho amigos que moram perto, que sempre estão presentes no meu dia a dia, nas redes sociais, aqueles que me ligam só pra perguntar se estou bem ou que aparecem do nada no msn ou no talk do facebook pra falar besteira. Tenho amigos que moram longe, e esse são os que me matam de saudade.
Na lista dos meus amigos, estão amigos de todos os jeitos. Amigo sumido, amigo presente, amigo que me dá cafuné, amigo que me faz rir, amigo que me faz raiva e que depois passa, amigo que segura a minha mãe, amigo que só aparece no dia do meu aniversário, amigo que vejo todos os dias. Enfim, essa lista é grande.
E confesso que adoro que lista seja grande, pois sei que independente do que aconteça, sempre terá um amigo pra me acolher, me aconselhar, me incentivar, me frear, me reclamar do que fiz de errado, me fazer cafuné, me dar aquele ombro quando precisoe principalmente me amar.
E é a todos os meus amigos, que dedico esse post de hoje. Pois sei que sem vocês eu não conseguiria seguir em frente.

Um comentário:

Raquel Cavalcante disse...

Amigo que topa organizar encontro de estudante, amigo pros bares, amigos de Olinda, amigos de bebedeira, amigos de rock...ai ai!